23 de outubro de 2008

As máscaras sempre caem, ok!

Como diria a Claire, de Eu, a patroa e as crianças:
a gravidade é coisa de louco!
E é mesmo. É impossível sustentar uma máscara por muito. As pessoas, por que mais que queiram, não conseguem mostrar por muito tempo aquilo que não são, a verdade sempre vem à tona. Aconteceu comigo, meu caro blog, de uma pessoa em quem eu depositava confiança que, diga-se de passagem é um castelo de cartas que a qualquer tormento se desfaz, e essa pessoa me decepcionou profundamente a ponto de eu não conseguir mais olhar nos olhos dela. Eu tenho uma facilidade incrível em acreditar nas pessoas e acredito que por isso as minhas decepções sempre são Power. Segundo sábias palavras cantadas por Gavin Degraw:
Estou cercado por mentirosos por todos os lados onde me viro estou cercado por impostores por todos os lados onde me viro estou cercado por uma crise de identidade por todos os lados onde me viro eu sou o único que percebeu? Não posso ser o único que aprendeu.
Sinceramente eu não queria chegar a esse ponto, mas a cobiça acima de tudo das pessoas me obriga.
Eu só quero o que é meu Não pego de ninguém
Essa frase merece ser pensada! :~(

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que me diz?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails