14 de fevereiro de 2012

Crise dos 20


Vou mudar de dígito, minha idade não mais vai remeter à adolescência, à casa de mamãe, às manias de criança ... Não que eu vá me transformar em outro alguém subitamente ou que eu vá deixar de fazer as besteiras e esquisitices de sempre, mas é uma sensação diferente que me dá quando penso que vou responder com um “vinte” quando for perguntado sobre minha idade. É como se esse número pesasse de alguma forma, soa estranho na minha voz, é como uma palavra nova que eu não sei o uso mais adequado e evito usar.
Parece que anteontem eu tava correndo descalço na rua com meus amigos e ontem, preocupadíssimo com os eventos sociais do ensino médio. Não se trata de saudosismo, a questão não é essa. O que não sai da minha cabeça é que parece que eu não fiz nada de importante ou marcante até agora. Nunca tive nada “daqueles”: uma briga daquelas, um amor daqueles, uma viagem daquelas ... Nunca vivi um drama pessoal que me consumisse até a alma e que me motivasse a beber ou escrever, sei lá.
Talvez o fato de 2011 ter sido um ano de cão e não ter acabado ainda na prática, ter levado o fora mais “zera autoestima” da década, saudade de casa e, o mais importante, não ter um cachorro façam um cara pensar essas coisas e aproveitar para justificar sua avaliação periódica da vida com um fato qualquer e comum a todos, no caso, o aniversário que se aproxima.
Eu sei que isso tudo (de questões existenciais) é muita viadagem, por isso prefiro ocupar o tempo tentando entender os efeitos de uma política monetária recessiva em uma economia com mobilidade imperfeita de capitais sob um regime de câmbio flutuante, mas 20 anos ... PQP!

2 comentários:

  1. e tu é mais novo do que eu? rssss menino, foi estranho dizer "eu tenho 20 anos" (na vdd eu ainda digo isso, é que vou fazer 21). Sério, parece que é mais sério, parece que é um peso maior. Não é diferente dizer tenho 19, ou tenho 21, mas 20 pesa que é uma beleza. Então, parabéééns ;D

    ResponderExcluir
  2. Pior sou eu, que faço 22. Praticamente uma velha. ¬¬
    Vai por mim, isso não passa e essa sensação de não ter feito nada importante só aumenta. :) Mas como diz a minha mãe 'Deus te deu 20 anos. Tem gente ai que não conseguiu chegar aos 8.' E se a gente pensar por esse lado, vencer até os 20 é uma coisa mega importante, aos 21, aos 22... Dê-se por satisfeito. Rs

    ResponderExcluir

E você, o que me diz?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails